O Meio Ambiente possui um poder de restauração natural para manter seu equilíbrio. No entanto, a degradação e os impactos causados pelo homem atua de forma acelerada, o que não garante um tempo hábil para que esta restauração natural ocorra.

A fim de avaliar, controlar e reduzir os impactos negativos causados pelas ações antrópicas, foram criadas as legislações ambientais que a cada ano vem se tornando mais rígidas e específicas para os diversos ramos de atividades. Até nas pequenas empresas por exemplo, os municípios tem vinculado a solicitação e renovação do alvará ao licenciamento ambiental, ou seja, o empreendimento obterá esse documento somente após a liberação do órgão ambiental.

Muitas dessas empresas não possuem um profissional capacitado para realizar e acompanhar o licenciamento, atividade que compreende: a elaboração dos projetos solicitados, a implantação, o monitoramento e o diálogo com os órgãos ambientais. Há muitos casos que, por falta de informação, esses empreendimentos transferem o problema para algum funcionário ou terceiro que não possui conhecimento na área, e não tem responsabilidade e embasamento técnico para responder pela organização, o que é comumente solicitado pelo órgão ambiental.

Por outro lado, existem as grandes empresas que possuem funcionários capacitados na área ambiental, mas que pela alta carga de atividades não tem tempo disponível para organizar a documentação de solicitação de licenciamento ambiental e todos os procedimentos necessários para o devido deferimento do processo.

A solução para esses estabelecimentos é a terceirização do serviço de consultoria ambiental, onde profissionais devidamente habilitados realizam todos estes procedimentos técnico-administrativos,  evitando assim sanções penais, multas e até o embargo da atividade além da realização de projetos de sustentabilidade.

Entre em contato conosco, a Ribeiro Consultoria pode apoiá-lo nos assuntos ambientais da sua empresa!

Thays Rayane M. R. de V. Oliveira é Engenheira e Gestora Ambiental, especialista em Educação e Meio Ambiente.

Categories: Notícias

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *